Enviada em: 10/09/2017

Considerando que a diminuição da maioridade penal no Brasil é um assunto deveras debatido, visto que apresenta reflexos na sociedade pós-moderna, faz-se necessário problematizar tal questão.Dessa maneira, é possível salientar dois aspectos: a educação e a falta de investimentos na população brasileira.   A Constituição Federal Brasileira, promulgada em 1988, após o período de ditadura política-sendo o fruto da luta por liberdade de pensamento e expressão conhecida como constituição Cidadã-determina em seu artigo tal que a educação é um direito de todos.Dessa forma, a problemática do Brasil é a falta de investimento nessa área, pois uma grande parcela da população não tem acesso a um ensino de qualidade.Portanto, o principal fator para a diminuição da criminalidade no país é através da pedagogia, com o objetivo de ''cortar o mal pela raiz''.   Somado a isso, com a consolidação do capitalismo, o Brasil se tornou um dos países com o maior índice de desigualdade social.De maneira análoga, é possível perceber que a população marginalizada ficou exposta a criminalidade, devido a falta de acesso as condições básicas para o bem-estar do cidadão.Além disso, a estrutura de presídios no cenário atual não está adequada para oferecer ao jovem menor de idade uma reforma na sua formação, visto que na maioria dos casos o adolescente volta para a prisão, podendo se tornar mais perigoso do que anteriormente.   Logo, fica evidente que esse assunto provoca consequências que atingem diretamente a população, principalmente a parcela que carece de dinheiro.Diante disso, é necessário um investimento por parte do estado na área da educação, através da construção de escolas públicas, com o intuito de oferecer oportunidade a todos.Além disso, investimentos para o bem-estar da sociedade, como na segurança e na área da Psicologia para o acompanhamento do individuo infrator após a sua condenação.Assim como disse Pitágoras ''Educai as crianças e não será necessário castigar os adultos''.