Enviada em: 20/05/2018

A arte e seu incentivo é extremamente importante para quaisquer sociedade. Porém no Brasil o número de pessoas que participam de eventos artísticos é muito pequeno, com 8% da população brasileira indo ao teatro nos ultimos anos segundo o jornal O tempo. Esse fato pode acarretar muitos problemas em nosso país, como a perda da cultura própria e também o desaparecimento do pensamento critíco, pelo fato da arte pregar muitas vezes a reflexão se tornando um grande meio de propagação do conhecimento. Dentre os motivos da pouca participação em programas artísticos do povo brasileiro estão os altos preços a serem pagos e a falta de eventos desse caráter em certas regiões.      De certo, a arte é de grande importância para o brasil, pelo fatos de ser a principal forma de disseminação do pensamento critíco. Sua ausência pode causar dentre outros problemas a privação do raciocínio lógico de populações de baixa renda, se tornando vulneráveis a manipulação de grupos que não almejam a melhoria de vida dessas populações. Além disso a falta de interesse sobre a arte (pricipalmente do próprio país) pode culminar na perda da cultura do país e de sua indentidade nacional, substituindo a sua cultura por elementos de outras, que exercem influência sobre ela (como os Estados Unidos da America no nosso país), esse proceso é conhecido na Sociologia como aculturação, sendo extremante nocivo para o estudo da Antropologia no momento atual.      Contudo, mesmo sendo clara a necessidade de ações para o aumento da participação do povo brasileiro no mundo da arte, a resolução desse problema é laboriosa. Mesmo sendo aplicadas formas de incentivo da participação da população na arte, como a Lei Rouanet (financiando artistas para a diminuição dos preços das entradas para a apresentação), em áreas mais interioranas, além da pouca infraestrutura dessas cidades (causando poucos eventos artísticos), os incentivos para o acesso facilitado das populações muitas vezes não chegam nesses locais, fazendo com que a população mais pobre não tenha acesso a arte.         Portanto, medidas são necessárias para a resolução desse impasse. O Ministério da Cultura em conjunto com empresas, deve aumentar o números de teatros e locais voltados para a divulgação da arte em áreas do interior do país por meio da diminuição de impostos para empresas que construam e financiem locais como teatros e casas de espetáculos, para que esse locais tenham preços mais acessíveis para pessoas de baixa renda, causando o aumento de atividades culturais pelo povo brasileiro.