Enviada em: 05/09/2018

Entende-se por cultura todas as expressões artísticas e identitárias de um povo, como a dança, música, teatro e literatura. Devido a sua importância, é garantida por lei na Constituição brasileira o acesso as manifestações culturais nacionais. No entanto, pela falta de investimentos, elas estão  cada vez mais em decadência, além da maioria da população não ter acesso.      A cultura de uma sociedade se molda a partir do local e da época em que ela faz parte. Através dela, é possível estudar características de diferentes sociedades, como a cultura helenística e a egípcia, que possuem grandes diferenças. Dessa forma, ela permite que a identidade e a história de cada nação sejam preservadas.      Conhecido como o "país do carnaval", no Brasil muitos governantes se utilizam de festivais de músicas para promover suas campanhas  e ainda dar impressão a sociedade de que tudo está bem, semelhante a política de "pão e circo", utilizada na antiguidade pelos romanos com o objetivo de enganar a população através da diversão e diminuir os conflitos.    Em 2016 os ministérios da educação e o da cultura uniram-se e formaram o Ministério da Educação e Cultura. Boa parte da população brasileira não tem acesso a veículos de cultura, como o teatro e o cinema, ficando restritos a pessoas com maior poder aquisitivo. Além disso, muitas pessoas preferem optar pela cultura estrangeira sem nem ao menos conhecer a do próprio país.        Logo, a cultura tem um valor primordial para preservar a identidade brasileira. O governo deve aumentar os investimentos nessa área e promover ações sociais para que os cidadãos com menos condições financeiras tenham acesso, além de desenvolver campanhas publicitárias que estimulem as pessoas a conhecer e optar pela própria cultura. Unindo-se a isso,as escolas devem desenvolver projetos pedagógicos voltados para atividades culturais, como visitas a museus e teatros.