Enviada em: 04/09/2018

Segundo o escritor e jornalista brasileiro, Otto Lara Resende, o cinema é uma forma simplificada de ser intelectual sem ler e sem pensar. Nesse sentido, o cinema é cultura com intuito de adquirir conhecimento e/ou entreter. No entanto, o cinema brasileiro é considerado jovem provocando a preferência por livros.                 Tal arte está presente no Brasil desde 1897. E, no livro Dicionário de Filmes Brasileiros, de Antônio Leão da Silva, é citado que existem aproximadamente 21657 filmes de longa, curta e média metragem. Nesse sentido, o país ainda se encontra em desenvolvimento nesta área.                  É evidente que por este motivo possua maior busca por livros do que filmes de produções nacionais. Embora seja mais exaustivo, a leitura possui detalhes que em filmes não não são expressos como em alguns  filmes americanos, o que é muito procurado pelas pessoas que se interessam por histórias.                  Mediante os fatos elencados, é necessário que, as Universidades Brasileiras juntamente ao Ministério da Cultura criem programas de incentivos a melhoria de recursos utilizados para chamar atenção em filmes dando maior esclarecimento na leitura visual. Assim, a sociedade se interessará em filmes nacionais de modo que tais expressam o que realmente procuram como é visto nos livros.