A valorização do esporte feminino no Brasil.

Envie sua redação para correção
    Na Grécia antiga, viu-se que o conceito de cidadão não era dado aos analfabetos,as crianças e, sobretudo, as mulheres. Nesse contexto histórico, o berço da civilização adotou preconceitos e uma cultura na qual enxergava a mulher apenas como cuidadora do lar e, consequentemente, passou para as comunidades que se inspiraram na Grécia. Dessa forma, o futebol feminino brasileiro surge como um meio , também, de valorização da mulher na sociedade no tocante à quebra de dogmas e ao empoderamento feminino .
        De início, sabe-se que há raízes de preconceitos firmadas no Brasil. Isso porque, como foi proposto por Durkheim, a sociedade é dotada de exterioridade, coercitividade e generalidade, pois o que é ensinado e vivenciado por uma geração passa para a outra. Assim sendo, aquilo que foi pregado acerca do papel feminino na sociedade - cuidar do lar e dos filhos- foi tomado, por muitos anos, como uma verdade absoluta. Todavia, a valorização do  futebol feminino, tem mostrado, cada vez mais, que a mulher não precisa viver sob uma idealização do seu dever na sociedade, mas que ela pode ser aquilo que anseia. Prova disso, foi a Copa do Mundo feminina, na qual , pela primeira vez, passou em canais de tv aberta e explicitou às brasileiras que elas podem ter qualquer profissão, inclusive a de jogadoras profissionais.
         Além disso, a visibilidade do futebol feminino proporciona um canal para propagação do empoderamento. Basta ver a atacante dos Estados Unidos que fez o seu discurso de vitória da copa de 2019 baseada em temas de lutas por igualdade, respeito e salários iguais ao dos jogadores homens, bem como os discursos de Marta, falando para as meninas lutarem por seus sonhos nos quais, muitas vezes, são vistos, pela a sociedade, como algo errado e fora do "padrão feminino". Nesse âmbito, o Brasil , pode e deve , por meio do futebol, propagar um discurso de empoderamento, autonomia e liberdade feminina. Sendo assim, a valorização do futebol só trará benefícios à sociedade e lutará, de forma direta, na igualdade de gêneros em todos os âmbitos sociais.
      Posto isso, far-se-á necessário que o Estado, por meio de leis, incentive a CBF - Confederação Brasileira de Futebol- a promover mais jogos femininos e a visibilidade de tais, a fim de que os dogmas sejam quebrados no Brasil. Com isso, haverá um país mais moderno no tocante ao papel da mulher na sociedade. Ademais, é imprescindível que as escolas, por meio das aulas de educação física, torneio para os pais assistirem e afins, aumentem a participação ativa das meninas nos esportes . Com isso, a herança deixada pelos gregos será rompida e novas visões acerca da mulher e suas profissões serão estabelecidas, uma vez que haverá ainda mais valorização do futebol feminino.