Envie sua redação para correção
    Valorização do esporte feminino no Brasil
         A muito tempo as mulheres vem lutando pelos seus direitos na sociedade, um deles é a participação feminina nos esportes, que historicamente era apenas para homens e somente depois da Primeira Guerra Mundial as mulheres começaram a ter uma pequena participação. Atualmente após a Copa do Mundo de futebol feminino elas receberam um pouco mais de reconhecimento, mas mesmo assim o esporte feminino é menos favorecido que o masculino.
           Um dos fatores que leva o menor favorecimento do esporte feminino se deve a baixa divulgação das competições, enquanto o masculino é altamente divulgado, o feminino é ignorado e deixado de lado, pois o universo dos esportes é masculinizado e muitas vezes as mulheres não são levadas a sério. Outro fator que causa esse problema é a grande desigualdade salarial entre os gêneros, um bom exemplo são os jogadores Neymar e Marta. Segundo o site EXAME 2016, Neymar fez 50 gols pela seleção recebendo US$ 290 mil por gol, totalizando US$ 14,5 milhões por ano, enquanto Marta com 103 gols recebe US$ 3,9 mil por gol, totalizando apenas US$ 400 mil por ano, o que é uma diferença gritante.
          Portanto os orgãos coordenadores dos esportes devem melhor divulgar as atividades esportivas femininas na televisão, em jornais de redes nacionais afim de ganharem mais visibilidade e também ajustarem a divisão salarial que está muito desigual.