Envie sua redação para correção
    A valorização do esporte feminino no Brasil
      O esporte é uma atividade muito corriqueira no Brasil, que é internacionalmente conhecido como “O País do Futebol”. Porém, para muitos, o tão notável futebol brasileiro, é praticado apenas pelos homens. 
      Esse preconceito em relação a gênero se aplica à todas as categorias, mas é mais explícito naquelas consideradas “masculinas”. Quando o assunto é mulheres no esporte, pensa-se apenas em Tênis, Ginástica Rítmica, Natação e também Patinação. 
      Não é novidade que atletas e profissionais do gênero feminino não possuem a mesma visibilidade e credibilidade que os atletas masculinos, além do patrocínio ser escasso. De acordo com a socióloga Nathália Ziê, é questão de tempo até que a sociedade absorva e reconheça a participação das mulheres no esporte. Mas até isso acontecer, a situação deve continuar como está? 
      Com essa injustiça e desigualdade, meninas que possuem o sonho de se tornarem atletas e têm como exemplo de vida mulheres como as jogadoras de futebol Marta e Debinha, podem se sentir desencorajadas. E o desencorajamento resulta na decisão de abandonar sonhos. 
     Para melhorar a visibilidade das mulheres no esporte, devem ser exibidos mais jogos femininos na televisão. Com isso, pessoas que nunca pararam para prestar atenção, poderão ser surpreendidas. 
      ONGs podem ser criadas para dar apoio à meninas com menos condições de treinar, para no futuro, formar grandes atletas. 
      É importante lembrar que as mulheres representam o país em inúmeros jogos, então a população deve mostrar apoio e gratidão, por possuir representantes tão brilhantes.