A valorização do esporte feminino no Brasil.

Envie sua redação para correção
    A desvalorização da mulher tem raízes históricas. A cultura patriarcal que se encontra enraizada na sociedade brasileira é responsável pela exclusão e desvalorização da população feminina em diversos âmbitos. Apesar da gradual alteração do papel da mulher na sociedade, profissões ligadas ao esporte, ainda são preconceituosas com as mulheres. 
          Segundo a Constituição Brasileira de 1937, outorgada pelo presidente Vargas, o direito ao voto estava restrito aos homens, assim como a prática de esportes. Simultaneamente a isso, o surgimento da corrente filosófica conhecida como Existencialismo, cujo principal representante é a criadora do feminismo, Simone De Beauvior, passou a promover o questionamento e possibilitou a alteração do papel da mulher na sociedade. Visto que, somente a partir de 1945 as mulheres conquistaram o Direito ao Voto, e apenas em 1979 a prática de esportes deixou de ser criminalizada para mulheres, as marcas históricas da opressão à mulher ainda se fazem presentes na sociedade brasileira. Um exemplo é a artilheira da Seleção Feminina Brasileira de Futebol, Marta, que superou o número de gols do até então, "Rei do Futebol", Pelé, contudo, seu salário ainda é inferior ao de todos os outros jogadores da Seleção Masculina. A perpetuação da opressão e a exclusão da mulher se deve a inobservância estatal, pois a conquista de Direitos pelas mulheres deveria ter sido acompanhada por medidas de inserção delas na sociedade, que surgiram apenas décadas mais tarde. Sendo assim, a alteração nas Leis pouco refletiram na prática, pois é necessária uma mudança de mentalidade. 
           Para uma nação ser plenamente desenvolvida, deve visar o bem estar de todos os seus indivíduos de maneira igual. Para evitar que mulheres ainda sejam desvalorizadas - apenas pelo fato de serem mulheres, o poder Judiciário deve fiscalizar que as leis que visam a inserção da mulher no mercado de trabalho, no esporte e na política estejam sendo cumpridas. Afim de, gradualmente, alterar a mentalidade brasileira, com o intuito de construir uma sociedade igualitária e acolhedora com as mulheres.