A valorização do esporte feminino no Brasil.

Envie sua redação para correção
    A presença feminina nos esportes vem se tornando cada vez maior, porém o preconceito também está  presente e nítido. Entretanto, o futebol está atraindo um público cada vez maior devido à valorização da figura feminina. 
           Nesse contexto, cabe ressaltar o preconceito enfrentado pelas mulheres no cotidiano, inclusive no esporte. De acordo com uma pesquisa do PNUD (Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento), a prática de exercícios por mulheres é 40% inferior aos homens da qual o principal motivo é o preconceito. A pesquisa mostra o cunho paternalista que foi construído no país, visto que a inserção feminina nas Olimpíadas – maior competição esportiva do mundo - ocorreu apenas em 1900. Dessa forma, nota-se que este ainda está inserido na sociedade atual. 
           Todavia, observa-se que o esporte feminino está atraindo um maior público com o passar dos anos. Conforme um relatório realizado pela FIFA, o jogo de abertura da seleção feminina no campeonato Mundial atraiu 19,728 milhões de pessoas, quase metade das televisões do Brasil. Entre os diversos motivos pontua-se o de que o futebol feminino está atraindo  mais a população, que acredita mais na força da mulher nos esportes. 
           Logo, vale pontuar que a mulher está cada vez mais conquistando seu espaço dentro do esporte no Brasil. Para melhorar o cenário do preconceito, deve-se ensinar em escolas para as crianças e jovens sobre a valorização da mulher, principalmente dentro das famílias na qual a mulher é muitas vezes subestimada quando não pode realizar esportes. Conforme o pensador Voltaire, “O preconceito é a opinião sem conhecimento”.