Envie sua redação para correção
    Nos dias atuais podemos perceber o aumento da partição das mulheres nos esportes, porém este aumento tem acontecido de forma tímida devido há alguns fatores, como falta de apoio estrutural, financeiro e ao preconceito que existe dentro do esporte feminino.
           A falta de apoio financeiro é uma das maiores dificuldades encontradas pelas atletas, principalmente quando comparado aos financiamentos que os homens recebem, que acabam sendo muito maiores do que o das mulheres como, por exemplo a diferença da remuneração para o prêmio em dinheiro oferecido pela FIFA. Enquanto a equipe feminina dos EUA ganhou 2 milhões de dólares da organização por vencer a Copa do Mundo de 2015, a seleção alemã ganhou 35 milhões de dólares da FIFA por ser campeã da Copa do Mundo de 2014. 
          Outra grande dificuldade enfrentada pelas atletas é a desigualde, que faz com que várias mulheres parem ou até evitem a prática de esportes. Um bom exemplo de desigualdade no esporte é Um levantamento feito pela Agência Lupa em 2016, revelou que as entradas para a final de vôlei feminino nos jogos olímpicos custavam entre R$ 260,00 e R$ 900,00. Já a final da competição masculina, custavam entre R$ 350,00 e R$ 1.200,00. Isso significa que os ingressos para categorias femininas custaram 33% menos do que as masculinas.
          Uma das formas de resolver estes problemas seria com o investimento do Estado no esporte feminino, como em propagandas, que fariam com que a sociedade começasse a dar a devida importância para as atletas.