Aplicativos x empresas tradicionais: A revolução tecnológica do século XXI

Envie sua redação para correção
    Cada vez o mundo se torna mais dependente da tecnologia, mais especificamente de aplicativos, tanto nos estudos quanto no trabalho. Existe o lado ruim e o lado bom, se pararmos para pensar, muitas empresas criaram aplicativos ou sites para suas lojas físicas. Muitas empresas que não se adaptaram aos aplicativos e sites acabaram prejudicados pelas que se adaptaram melhor ou mais rápido, temos como exemplo de aplicativo que se adaptou rapidamente o Uber, que chegou com o intuito de melhorar a maneira de ir de um lugar a outro com preços mais razoáveis, mas causou muitos problemas aos taxistas que começaram a se revoltar e gerou intrigas durante um tempo, mas foi resolvida. Outro ponto positivo nos aplicativos é que podemos até pagar contas por ele, não precisamos mais ficar horas em filas de banco ou de lotéricas, no inicio as pessoas não confiavam tanto em aplicativos de banco por não serem muito seguros, mas com o tempo passaram a preferir essa maneira de pagar e se continuar assim não precisaremos sair de casa nem para fazermos comprar no supermercado, e assim ficamos ainda mais dependente deles e de suas novas ferramentas. Aplicativos são de grande ajuda para alguns setores de empresas e pessoas, mas para outros não, pelo simples fato de não se adaptarem adequadamente a eles, e não alcançarem mais suas metas no mês e no ano, então os aplicativos não vieram somente para melhorar o desempenho mais também ajudar à atingir e até ultrapassar os objetivos de determinado "negócio".