As diversas formas de exclusão e seus impactos sobre a saúde do brasileiro

Envie sua redação para correção
    Sabe-se que atualmente no Brasil, há um Sistema Único de Saúde, que oferece os cuidados básicos e alguns mais complexos para os cidadãos de forma gratuita, entretanto, tal generalização se esbarra na precariedade de tal sistema, que de certa forma, exclui a parte menos favorecida financeiramente da população, que não tem condições de arcar com procedimentos particulares, além de que algumas exclusões que também são feitas devido às diferenças raciais e pela opção sexual do indivíduo.
      Tendo em vista que os hospitais e instituições públicas estão em precária condições de atendimento, prejudicando o atendimento dos necessitados e até mesmo no exercimento das funções dos médicos e enfermeiros, fazendo com que aqueles que tenham como opção a via particular de atendimento optem por essa, de forma que àqueles que tem tal oportunidade se beneficiem nos tratamentos de saúde e em operações necessárias, devido, entre outras maneiras, à melhor estrutura dos prédios e do atendimento.
     Dessa forma, ocorre uma exclusão daqueles que não tem melhores condições de custear tais procedimentos, sendo que poderia ser fatal nos casos mais graves e não atendidos de forma correta.
     Entretanto, medidas podem ser adotadas por parte do governo para atender de forma correta à população necessitada, como exercer pleno controle sobre os investimentos na área da saúde, e a contratação de mais médicos e profissionais, até mesmo poderia se modificar a direção dos hospitais e clínicas públicas, para efetivarem e fiscalizarem os recursos enviados pelo Estado, dessa maneira, as condições do atendimento melhorariam e a saúde seria gratuita e de qualidade para aqueles que não podem se beneficiar dos meios privados, diminuindo a exclusão ao acesso.