As diversas formas de exclusão e seus impactos sobre a saúde do brasileiro

Envie sua redação para correção
    No atual contexto brasileiro ainda existem diversos resquícios dos preconceitos derivados da sociedade patricarcal e escravista do século XIV, tais discriminações condevam os indivíduos por serem quem eram. Enrraizado na sociedade atual, estes preconceitos acabam por excluir socialmente diversas pessoas de seus benefícios como direito, um deles é o SUS, o sistema de saúde único, que carece de infraestrutura tanto quanto social como governamental, dificultando ainda mais o acesso às pessoas que vivem em situações de riscos ou já excluídas socialmente.
    Em primeiro lugar, é necessário observar que devido ao mal planejamento e acelerado processo de urbanização das cidades, as pessoas com uma menor renda salarial foram empurradas para regiões mais afastadas, surgindo assim as periferias. Por certo, vivendo muitas das vezes em áreas que trazem riscos à saúde, como por exemplo esgotos a céu aberto, sendo a que maioria desses indivíduos não possuem condições de arcar com custos de um plano de saúde particular, assim como mostra pesquisa feita pelo SPC Brasil em que 67% dos brasileiros não possuiam plano de saúde privado. 
    Ademais, a má infraestrutura e falta de especialização médica dentro das unidades de saúde