Enviada em: 12/06/2017

A modernidade líquida foi um conceito desenvolvido pelo filósofo Zygmunt Bauman que tem por objetivo descrever as transformações sofridas pela sociedade e o impacto dessas nas relações humanas. Essas mudanças se configuram como um problema,pois além de afetarem as liberdades individuais,desumanizam e virtualizam cada vez mais o homem.   De acordo com o filósofo Sigmund Freud,liberdade e segurança são privilégios antagônicos e,portanto,não podem coexistir na mesma sociedade. A sociedade dos séculos XVIII e XIX,conhecida como modernidade sólida,apresentou-se estritamente preocupada com a segurança,tendo esta como valor prioritário. Entretanto,com a evolução da sociedade surgiram-se novos valores,estando estes atrelados à busca constante pela liberdade. Consequentemente,a instabilidade e o medo causados pela falta de segurança,fizeram com que a comunidade tivesse que se adaptar,surgindo assim mecanismos de comunicação à distância,como as universidades virtuais,aplicativos de pagamento de contas e as redes sociais.    Por conseguinte,esse crescente avanço das tecnologias de comunicação provocou muito mais do que a rapidez do contato entre as pessoas. O ego,o individualismo e as relações afetivas e sociais foram afetados significativamente,o que estimulou a falta de contato físico,e tornou a sociedade cada vez mais distante. Ademais,essa virtualização provocou o aumento no número de golpes,surgindo assim programas como o ''catfish'',que têm como objetivo descobrir verdades por trás de falsas identidades virtuais.    Logo,são necessárias medidas para sanar o problema. O governo deve investir em segurança pública,disponibilizando verbas e contratando mais policiais,para que garantam o cumprimento e a execução das leis:dessa forma,a sociedade desfrutará de sua liberdade com segurança. Nas escolas,devem ser desenvolvidos projetos que desenvolvam o senso crítico dos alunos,para que se tornem cidadãos conscientes e informados....