Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    Desde o iluminismo,entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza quanto o problema do outro.No entanto,quando se observa as causas e consequências da violência no esporte brasileiro,se é possível denotar que esse ideal é constatado na teoria mas não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente ligada à realidade do país,seja pela falta de estruturação da polícia militar,seja pelo fanatismo desenfreado somada à ignorância de alguns torcedores. É indubitável que a questão constitucional e a sua aplicação estejam entre as causas do problema.Segundo o filósofo grego Aristóteles,a política deve ser utilizado de modo que,por meio da justiça,o equilíbrio seja alcançado na sociedade.De maneira análoga,é possível perceber que,no Brasil,a falta de estruturação da polícia militar rompe essa harmonia,visto que o contigente,hoje,é insuficiente para grandes metrópoles,como São Paulo ou Rio de Janeiro,como salientado pela própria comissaria técnica do Flamengo,time carioca. Outrossim,destaca-se o fanatismo desenfreado somada à ignorância de alguns torcedores como impulsionador do problema.De acordo com Durkheim,o fato social é uma maneira coletiva de agir e de pensar,dotada de exterioridade,generalidade e coercitividade.Relatizando essa linha de pensamento,observa-se que o excesso de euforia do torcedor para com o time o qual torce pode por muitas vezes acabar sendo prejudicial não só ao indivíduo mas ao todo conjunto da sociedade inserida no meio esportivo,isso se atrela não só a prática da torcida,mas ao país como um todo.Segundo portal de notícial UOL,em 2017 o Brasil foi considerado o país que mais ocorre homicídios relacionados ao futebol. É evidente,portanto,que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem à construção de um mundo melhor.Como já dito pelo pedagogo Paulo Freire,a educação transforma as pessoas,e essas mudam o mundo.Logo, o Ministério da Educação deve instituir,nas escolas,palestras ministradas por psicólogos,que discutam o combate a ignorância quanto ao fanatismo prejudicial em meios esportivos,a fim de que o tecido social se desprenda de certos tabus para que não viva a realidade das sombras,assim como na alegoria da caverna de Platão.