Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    Em 24 de Outubro do ano de 2018, 4 jovens eram condenados a 19 anos de prisão em regime fechado. O crime? A morte de um torcedor do time rival, após uma briga ocorrida depois de um clássico de cidade de Campinas das categorias de base, Guarani X Ponte. O caso não é único, diversos deles ocorrem todos os anos, coroando o Brasil como líder em mortes por brigas de torcida, na frente da Itália e da Argentina. 
      Comparando os três países, é notável que esportes, principalmente o futebol, ocupam uma posição de destaque na mentalidade de todos eles. um clássico do cinema italiano, Fantozzi, exemplifica isso perfeitamente em uma cena na qual todos estão assistindo jogos da seleção italiana, enquanto o personagem cumpre ordens de seu chefe, enquanto que no país verde e amarelo, nem é preciso mencionar o quanto esporte é importante para a identidade nacional, porém sabemos também que, quanto mais espaço algo ocupa na vida de uma pessoa, mais importância é dada e, consequentemente, mais a sério são levadas rivalidades e rixas.
       No entanto, algo a mais diferencia o Brasil dos outros dois, que faz com que a taxa de homicídios seja superior à de seus rivais azuis. O fator que vem à mente é que a violência é também causada por fatores inerentes à sociedade brasileira, que tem o índice de homicídio bem superior aos das outras duas nações, e, ao mesmo tempo, um IDH bem inferior, mesmo com um PIB superior ao de ambos. o que indica uma desigualdade social maior, indicadora, neste caso, de miséria no país, o que se reflete, diretamente, no esporte, tornando-o mais violento, assim como a sociedade.
      No intuito de impedir mais mortes, ferimentos e prisões, se deve no Brasil, socialmente e a curto prazo, tentar limitar a importância que os esportes, em especial o futebol, tem em nossa vida, aumentando a importância de outros aspectos culturais do país na construção da identidade da nação. A longo prazo, devemos buscar, por políticas governamentais de distribuição de renda e de direitos trabalhistas, a extinção da miséria extrema, o que só será feito através de uma organização politica dos que buscam o fim desta.