Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    A violência no esporte brasileiro é evidente, de acordo com mestrado da Universo, o Brasil tem o maior índice mundial de mortes relacionadas ao futebol. Ela é decorrente de uma sociedade em desemprego, com educação precária e uma forte desigualdade que acaba gerando sentimentos de opressão entre os mais afetados.
       O confronto entre torcedores, tanto moral quanto físico, tem como base as emoções diante os jogos e a falta dos princípios da ética que incluem  a aceitação, reconhecer diferentes pontos de vista, e a tolerância das diferenças,  prezando o bem-estar social. Muitos dos conflitos se dão por descontentamento em relação ao próximo devido ao caráter egoísta das pessoas, como também entre os times, uma vez que para um sair vencedor, o outro tem que ser derrotado.
     Consequentemente, por conta das faltas morais, os indivíduos arrumam briga. Os debates começam pelo xingamento, trocando palavreados chulos e acabam em agressão física, sendo esta a principal causa de diversas mortes que acontecem tanto dentro do estádio, como em bares e nas ruas.
       Ademais, há policiamento em todos esses lugares, porém, as pessoas não respeitam as autoridades, já que estas não cumprem seu papel com eficiência. De acordo com a Folha de S.Paulo, apenas 3% dos casos de violência do futebol foram realmente punidos nos últimos anos, isso ocorre porque os policiais apresentam dificuldade em identificar os criminosos.
       Portanto, o Governo Federal precisa ter um plano de segurança pública voltado especificamente para o futebol, trabalhando em conjunto à  Legislação do Estatuto do Torcedor já existente, sendo melhorada e aplicada de modo integrado, reduzirá os índices de violência.