Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    O esporte é praticado no mundo todo como uma forma de união entre indivíduos, portanto, deveria promover interação e cooperação entre as pessoas. Contudo esse não é esse o cenário criado para o povo brasileiro. A realidade engloba dentro de si, inúmeros casos de violência gerados por desavenças esportivas, como rivalidades entre times, principalmente quando trata-se de futebol
     Desde muito tempo o futebol tem sido o esporte mais popular do país, consequentemente, possui milhares de fãs e fanáticos por jogos e times. Em qualquer competição é natural que haja rivalidade, porém, para o esporte se faz necessário que a mesma seja tratada como algo saudável, o que nem sempre é respeitado se tratando da torcida. Assim, quando há a junção entre a rivalidade nos jogos e o fanatismo por times, a violência se torna algo, infelizmente, comum no cenário  esportivo brasileiro.
     Usualmente, após, durante e até mesmo antes de partidas de futebol, ocorrerem casos de agressões entre torcida. Apedrejamentos, espancamentos, furtos e outros já se tornaram banais, causados por motivos que deveriam ser insignificantes, como uma pessoa que porta a camiseta do time rival perto de um grupo de torcedores do último. Essa hostilidade do esporte não se limita apenas à torcida, ela também encontra seu lugar em campo, entre jogadores e também envolvendo a torcida e os integrantes dos times. 
     Hoje no Brasil, o problema com a violência se dá desde o cotidiano da população. Segundo o Atlas da Violência de 2018, feito pela Ipea em parceria com o FBSP só na última década o Brasil totalizou 153 mortes por dia, o que por sua vez demonstra como esse fato está enraizado na sociedade brasileira, tendo ,por sua vez, seus reflexos até quando se trata do âmbito esportivo do país. Assim como a música "Violência" dos Titãs diz "Não é só por culpa sua, nem é só por culpa minha, violência gera violência".
     O problema da violência no esporte brasileiro pode ser resolvido por meio do aumento da segurança dentro e fora dos estádios, sem utilizar a força para conter os problemas, mas sim com o uso eficiente da segurança pública, como a polícia militar. Também a melhor fiscalização para que os torcedores não levem aos estádios objetos perigosos e que ameacem a vida e segurança de qualquer indivíduo no local. O esporte visa a cooperação e bem estar para aqueles que o praticam e acompanham, assim deve-se tornar o país um ambiente propício para que as éticas, morais e os ensinamentos esportivos possam ser novamente valorizados, respeitados e seguidos da maneira que se deve.