Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    A violência no esporte brasileiro vem se tornando cada vez mais comum no cenário contemporâneo. Seja ela vinda, na maior parte do tempo, pelo fanatismo, assim como por parte dos próprios jogadores. Como noticiado no jornal El País, no ano de 2017 houveram mais de cem casos de agressões referente ao futebol no Brasil.
     O fanatismo se dá por fenômenos psíquicos de devoção irracional. Sendo presente nos jogos e comunidades, já fez com que inúmeras pessoas sofressem alguma agressão, por exemplo, após ofensas contra o time oposto. Associado à isso, de acordo com o jornal O Globo, o Brasil é campeão em óbitos por conta do ludopédio.
    Além disso, nem sempre são os torcedores dos times que geram esses conflitos, como também são os próprios atletas. Situações de bullying no contexto dos jogos, assim como sabotagens e provocações são presentes, muitas vezes pelo engrandecimento do ego desses devidos esportistas, causado pela fama e repercussão de seus postos.
     Portanto, nota-se que a violência no esporte brasileiro vem se transfigurando para algo extremamente habitual e recorrente, fazendo com que os jogos tão adorados e esse cenário de diversão esteja se convertendo à algo menos saudável e propenso para o divertimento de torcedores, famílias, e pessoas no geral.