Envie sua redação para correção
    Infelizmente a violência presente no esporte brasileiro vem aumentando significativamente ao longo do tempo (Aproximadamente 101 pessoas morreram nos últimos 26 anos por brigas de torcidas em estádios de futebol). Tudo isso, em detrimento de apenas um, dos vários esportes praticados em nosso país.
    O que era para diminuir a violência, acabou se tornando uma forma de manifestação do mesmo. As agressões e desentendimentos vão desde entre os próprios torcedores, até as autoridades na tentativa de apaziguar a situação. Além disso, com o avanço da internet, o bullying acaba sendo muito mais frequente e piorando mais ainda a situação.
    A violência no esporte, como qualquer outra, começa antes de tudo em outros lugares, como por exemplo em casa, bares e no trânsito e, acaba se espalhando por outras milhares de áreas, tornando assim, o problema cada vez mais difícil de ser resolvido.
    Felizmente, várias formas de amenizar/controlar o problema são muito simples de serem executadas, como por exemplo incentivar a ida de famílias aos torneios e cadastramento de torcedores (Sócio-torcedor). Já outras medidas podem ser um pouco mais difíceis de serem tomadas, como por exemplo o aumento do policiamento nas redondezas do confronto, proibir a identificação de torcidas uniformizadas e a mais complicada de todas, colocar na cabeça do cidadão brasileiro que nada se resolve com violência, e que criar uma briga com o outro não irá alterar em nada o resultado da competição. A única coisa que essa atitude poderá trazer a ele é desgosto de si próprio.