Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    A violência no esporte é o retrato de uma sociedade violenta. Que por ter sido enraizada desta forma, tal característica transcende até mesmo no que deveria ser apenas uma forma de entretenimento. Segundo o sociólogo Mauricio Murad o Brasil é o recordista mundial de mortes relacionadas ao futebol.
      Um exemplo dessa violência se deu no dia 13 de dezembro quando milhares de torcedores sem ingresso invadiram o Maracanã deixando diversos feridos para trás. Isso mostra, além de um enorme desrespeito aos jogadores e aos torcedores, tamanha incompetência policial e falta de organização do estadio.
      De acordo com o R7, ao menos 101 pessoas morreram por brigas entre torcidas nos últimos 26 anos. Por causa de um jogo, centenas de pessoas foram mortas. 
      A violência não ocorre apenas entre torcedores. Em 2014, uma torcedora chamou o atleta do Grêmio de macaco, e foi durante grande parte do jogo, vaiado pela torcida. Provando que as formas de agressão são diversas e devem ser contidas, que a violência no esporte é não apenas física, mas também psicológica. 
      Afim de amenizar toda essa violência, cabe à polícia reforçar a segurança não só dentro mas principalmente fora dos estádios, fazendo com que os torcedores sejam tranquilizados e que os agressores sejam intimidados. Aos torcedores cabe a conscientização, para que tais atitudes não se repitam.