Envie sua redação para correção
    Nos últimos anos, o esporte brasileiro vem perdendo o seu verdadeiro significado, principalmente a relação entre as torcidas no futebol, onde a violência vem aumentando constantemente. De acordo com os dados do site da www.uol/esportes/especiais/especial-violência-torcedores.htm, o número de mortes relacionadas ao futebol tiveram uma crescente no ano de 2013, e em 2017 esse dado diminuiu, mas o Brasil ainda é o recordista mundial em vítimas desse esporte.
    A falta de segurança pública nos estádios é um dos principais fatores que causam e que permitem a violência social entre as torcidas, principalmente entre as adversárias, onde o sentimento de rivalidade aumenta e acabam agindo pela razão humana.
    O surgimento de torcidas organizadas, também proporcionam o aumento da violência, pois na maioria das vezes muitos que fazem parte desses grupos já vão aos jogos com intenções de praticarem a violência.
    Muitas vezes os próprios jogadores dentro de campo incentivam sua torcida a criar muitas inimizades no futebol, como atos ou gestos provocativos, podemos pegar como exemplo o jogador Felipe Melo do Palmeiras, que na maioria das vezes está presente nas brigas e provocações em campo.
    Mas temos como resultados, não apenas vítimas ou mortes, mas também a morte do significado cultural que o futebol deveria passar as famílias e aos torcedores, porque muitas vezes pais não levam seus filhos aos estádios por não se sentirem seguros, dando um fim a continuação daquilo que podemos chamar de torcida, pois as chances de permanecer em casa e assistir aos jogos são muito maiores.
    Portanto, para que esses números de mortes ou violências causadas no futebol, ou no esporte brasileiro em geral diminuam até não existirem mais, devemos investir na segurança nos estádios e na proibição das torcidas organizadas, além da importância da participação  e da cooperação dos clubes.