Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    O esporte no Brasil, em geral, é muito valorizado e motivo de orgulho para muitos brasileiros, porém há um que recebe um prestígio maior, o futebol.    
      O ano de 1958 foi um ano especial para a grande parte da população nacional, pois foi o ano de conquista do primeiro título mundial de futebol da seleção brasileira e gratificou o esporte que já era visto com carinho.  Desta forma, o futebol no Brasil vem sendo mais valorizado a cada ano que se passa, entretanto muitos torcedores exageram em seu fanatismo e tornam sua torcida em algo violento.
      Assim como há diversos conflitos entre povos de diferentes religiões ou ideologias, as torcidas organizadas de diferentes times brasileiros entram em conflito com facilidade. Caso torcidas rivais se encontrem fora do estádio é quase certeza de que uma briga extremamente violenta possa ocorrer e ocasionar em mortes, à medida que a causa disto tange com a falta de policiamento profissional.
      Neste viés, a falta de policiamento coincide na clara diferença numérica entre policiais e torcedores, o que ocasiona na desorganização da tentativa de estabelecer ordem em meio à confusão e a falta de profissionalismo da polícia parte dos policias preferirem entrar em conflito direto com torcedores ao invés de controlarem a situação, causando descontrole geral e mais violência no confronto, como ocorreu neste último domingo, onde a torcida do Vasco da Gama e a polícia militar do Rio de Janeiro se confrontaram em frente ao estádio Maracanã, o que deixou torcedores feridos, segundo o "globoesporte.com".
      Assim sendo, para que tantos conflitos entre torcidas ou torcida e polícia diminuam, o órgão governamental do estado e os clubes brasileiros devem entrar em acordo com o número de policiais nos estádios, aumentando-o consideravelmente e criando vias mais controladas para as torcidas circularem, de modo que torcidas rivais não se encontrem, para assim obter-se a definitiva diminuição da violência nos estádios de futebol.