Envie sua redação para correção
    A constituição prevê a liberdade, a igualdade e a fraternidade entre todos os cidades porém quando se trata de jogos e disputas se torna inexistente a preservação desses direitos, seja nos campos de futebol, nas quadras ou em ginásios a falta de respeito e de organização perpetua um senário de brigas, discussões e até mesmo morte entre as torcidas. 
        No Brasil essa violência é mais recorrente no futebol onde se faz também mais agravante devido a maior quantidade de torcedores e de fanáticos por esse esporte, entretanto nem os clubes nem os estádios tem controle e organização suficiente para conter a rivalidade dos times permitindo assim a entrada de torcidas organizadas, torcedores alcoolizados ou até mesmo consumo de álcool dentro dos estádios. 
         Não é só no futebol que esse tipo de violência pode acontecer, esse preconceito e estranhamento se dá pela falta de caráter esportivo. As competições surgiram a muitos anos com os gregos e tinham um significado diferente do que temos hoje, atualmente o esporte e o engajamento que ele tem é devido à rivalidade entre clubes e seleções causando medo de famílias irem aos assistir aos jogos, impossibilitando crianças de terem essa experiência e fomentando mais um motivo de bullying.
    
           Segundo o site esportes R7,101 pessoas morreram nos últimos vinte e seis anos devido briga de torcidas e nesse tempo não houve nenhuma mudança na organização e estipulação de regras para as torcidas. Por isso se faz necessário que os clubes juntamente com a segurança pública façam com urgência reformulação na entrada e saída de torcedores nos recintos e também o controle dos mesmos, para tentar evitar qualquer tipo de conflito dentro e nas mediações dos estádios e ginásios. Além disso e importante divagações e propagandas com o intuito de orientar e incentivar os torcedores a ter respeito aos direitos de todos.