Envie sua redação para correção
    O Homem Cordial é um conceito desenvolvido pelo historiador Sérgio Buarque de Holanda, em seu livro "Raízes do Brasil". Nele, virtudes como o altruísmo e a compaixão formam um traço marcado do caráter brasileiro. Entretanto, tais valores parecem não se assimilarem com um comportamento racional e civilizado, principalmente nas arquibancadas tupiniquins. Ao acompanhar competições desportivas, torcedores cometem inúmeras formas de violência, optimizados pela impunidade e "admiração social", a cada dia atitudes análogas tornam-se mais comuns pelo país.
      Em primeira instância, ao relacionar a tese empírica aristotélica, de que o ser torna-se aquilo a que constantemente é submetido , com a situação comportamental das torcidas futebolísticas brasileiras, têm-se uma clara afirmação do pensamento, pois sem fiscalização, punições judiciais ou semelhantes, a violência se espalha como uma epidemia nos estádios. Não garantir um bom ambiente esportivo, prática que agrega financeira e culturalmente ao país, traz à tona quão grande é a negligência do Poder Público referente toda sociedade civil.
      Posteriormente, páginas em redes sociais fomentam atitudes violentas em competições desportivas, o que acaba por gerar certo louvor para com tais práticas facínoras, proliferando então cada vez mais esse tipo de comportamento. Portais como "Legado da copa" e "Cenas lamentáveis", promovem diariamente culto à ações e atletas inescrupulosos, que fazem desserviço ao cenário esportivo brasileiro, e tiram da família e do torcedor a segurança ao frequentar qualquer estádio de futebol. Como não houve ainda algum tipo de punição para tal "cyber-apologia", portais como esses crescem cada dia mais, e acabam por expor ao mundo a parte vergonhosa do esporte.
      Dessa forma, fica evidente que medidas são necessárias na resolução desse impasse. Primeiramente, o Ministério da Justiça, deve, em parceria com a Polícia Militar, punir severamente atos criminais praticados dentro dos estádios, tanto por torcedores quanto por atletas, para assim criar a mentalidade de que ações violentas em competições desportivas não são compensatórias. Além disso, o Ministério da Comunicação deve investigar e punir qualquer tipo de portal que estimule comportamentos de natureza facínora no cenário competitivo. E por fim, o mesmo deve trabalhar na criação e exposição de campanhas publicitárias que desestimulem agressões verbais e físicas nos estádios, com a finalidade de recuperar a boa reputação e segurança dos estádios brasileiros. Com medidas assim em ação, a torcida brasileira dá um passo importantíssimo rumo ao conceito histórico de Sérgio Buarque de Holanda.