Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    Sabe-se que no Brasil, a violência no futebol ocorre de diversas formas, seja ela física ou verbal, por diversos motivos. 
         Dentre eles, a torcida organizada é a principal responsável, além da falta de organização dos clubes quanto à segurança nas arquibancadas.
         Assim, é necessário que algumas medidas sejam tomadas, pelos clubes e órgãos responsáveis.
       Inicialmente, o ponto mais afetado é a falta de respeito nas arquibancadas. Os chingamentos e os palavrões para juízes e jogadores, na maioria dos jogos, são frequentes e acaba afetando o psicológico das pessoas. Exemplos que ocasionam isso, são as expressões e gestos ofencivos, as atitudes racistas, que geram brigas e certas discussões, pois nem todas as pessoas conseguem contornar a situação.
        Além disso, a falta de organização dos clubes, em questão da segurança, agrava ainda mais as situações de violência. Sendo assim, a clubes que não tem suporte policial necessário, para manter a ordem em partidas com público elevado.
        Frente a isso, ocorrem muitas situações alarmantes, marcadas por brigas entre torcedores, ou até o vandalismo com a depredação de cadeiras, que geralmente chegam a ser arremessadas para o campo ou contra os rivais.
         Portanto, em frente a tanta violência no futebol brasileiro, o Ministério Público do Estado cabe incentivar e ajudar os clubes, a fortalecer e criar regras de proteção aos mesmos. Proibição de identificação de torcidas uniformizadas, que provocam as ondas de violência. Além do cadastramento de torcedores para que os mesmos sejam reconhecidos. Se essas atitudes forem postas em prática, o esporte pode se tornar uma diversão sadia, e essa causa tão triste ter um fim.