Envie sua redação para correção
    O Brasil é conhecido como o país dos esportes. Muitos atletas saem do país para se tornarem profissionais melhores em outros. Entretanto, o Brasil é considerado o país que mais mata por rivalidade no esporte. Nisso, O futebol é o esporte que mais traz violência tanto nas arquibancadas quanto dentro de campo. Isso, deve-se à torcedores fanáticos que causam conflitos nos estádios que a caba causando diversas mortes, as quais não deveriam acontecer já que o esporte é uma diversão para todos. Nisso, cabe a Poder Público realizar medidas para combater esses malefícios causado pela violência no esporte brasileiro. 
       Nesse contexto, é oportuno evidenciar a violência no esporte "principal" do país, o futebol. O ludopédio no território nacional, é considerado cultura,  pois desde a criação desse esporte na Inglaterra, quando trazido para o Brasil, vem sempre presente  nas gerações. Mas a violência nele é constante, tanto dentro de campo, como fora, nas arquibancadas. Um exemplo disso, são os clássicos Paulista, como Palmeiras versus Corinthians, esse clássico é o que mais mata no Brasil. Uma vítima dele é a morte do fundador da torcida organizada denominada "mancha verde", todos indícios apontaram que a morte só foi causada pela rivalidade. 
          Outrossim, é necessário salientar as consequências causadas por essas atitudes. Diversas famílias estão deixando de ir aos estádios devido a grande violência deixando-as aflitas com as atitudes desses indivíduos que trazem mortes, feridos, fazendo com que famílias desistam dessa diversão, afetando demais os esporte. Isso, acaba também refletindo na segurança do país, aumentando o número de homicídios e pessoas desacreditadas com o país.
       À luz dessas considerações, os esportes no Brasil traz diversos conflitos, tendo como principal o futebol, que nele é o maior indice de mortes e feridos devido a insatisfação de torcedores fanáticos  que acabam criando confitos nas arquibancadas ferindo até famílias que só foram se divertir. Desse modo, cabe ao Ministério da Segurança em parceria com governos estaduais e municipais, ralizarem medidas para  acabarem com a violência nos esportes, por meio de maiores fiscalizações evitando a entrada de objetos que tragam nos indivíduos ferimentos que causem até a morte, e punições mais severas para indivíduos que praticam a violência nos estádios, com o fito de melhora a segurança dos individuos ao irem com suas famílias apenas assistir um esporte e evitar que o país tenha a fama mundial de que mais mata por rivalidades no mundo.