Envie sua redação para correção
    A prática de esportes é estimulada nas escolas e pode desenvolver o trabalho em equipe, a cooperação e a empatia entre indivíduos. Entretanto, a sociedade brasileira possui uma cultura violenta que, atrelada ao sentimento de impunidade, faz com que parte da torcida adquira uma postura agressiva com os rivais. Dessa forma, ocorre uma inversão dos valores do esporte, transformando jogos de futebol em ambientes hostis.
           O Brasil é um país com extrema desigualdade social, que resulta na diferença de oportunidades, onde pessoas de classes menos privilegiadas muitas vezes acabam recorrendo a outros caminhos, como a criminalidade. Assim, a sociedade adquire comportamentos agressivos como mecanismo de defesa, gerando uma cultura violenta, manifestada em muitas situações, como em estádios. É necessário que, como teoriza Paulo Freire, tentemos alcançar a cultura de paz, para que essas práticas sejam repudiadas.
        Devido à reincidência de manifestações violentas em ambiente esportivo, também é possível notar uma ineficácia das medidas punitivas, se instaurando uma sensação de impunidade. Em jogos clássicos, como o Flamengo e Vasco, situações de extrema violência são quase garantidas. A medida dos estádios de separar as torcidas em alas opostas não é suficiente para atenuar esse conflito. Dessa forma, ressalta-se a importância da autonomia da política, em que os governantes devem fazer o que for preciso para a manutenção da ordem. 
           Entende-se, portanto, que a violência na sociedade brasileira possui estrita relação com a desigualdade social do país.  Para diminuir a violência urbana do país, o Governo Federal deve fornecer subsídios fiscais para a criação e manutenção de Institutos Federais em bairros periféricos, aumentando as oportunidades dos mais pobres. Além disso, as prefeituras devem ser mais severas quanto à punição de práticas agressivas em estádios e, em associação com a mídia, fazer campanhas publicitárias que retomem os valores cooperativos dos esportes para a cultura brasileira.