Envie sua redação para correção
    Consoante ao poeta Cazuza,"Eu vejo o futuro repetir o passado'',as causas e consequências da violência no esporte não é um problema atual.Desde da idade média ,que eram feitos muitos jogos entre guerreiros que lutavam de forma agressiva e atroz,essa vicissitude é uma realidade brasileira ,que é marcados por rivalidades e desavenças de atletas e torcedores ,fazendo o que era para ser entretimento ,resulte em brigas.
      Em uma primeira análise,vê-se que mesmo o Brasil ser considerado o país do futebol,é um dos países com mais mortes relacionadas.Segundo dados do jornal Gazeta do povo,o país possui uma média de 7,5 mortes por ano relacionado a violência nos estádios praticadas.Com grande maioria por grupos de "torcidas organizadas",que utilizam-se da rivalidade entre os times para tomarem atitudes hostis e violentas.Criando um nacionalismo exagerado sobre os times,valendo de tudo pela vitória .
      Outrossim, a impunidade é um fator determinante para a presença da violência nas arenas  ,que consequentemente há um queda de público nas partidas.Uma pesquisa realizada pelo Instituto Stochos revelou que 43% dos torcedores deixaram de ir para os campos de futebol por conta do medo,já que contém uma falta de segurança e ineficiência das punições ,ao notar que,em sua maioria,os agressores recebem apenas advertências .Por consequência causando prejuízos aos clubes.
       Portanto,é evidente que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem a construção de um mundo melhor.Logo,é preciso o governo,em parceria com o Ministério da Segurança Publica,promover a formação de policiais especializados em eventos esportivos,por meio de capacitação policial fornecido pela secretária de segurança.E o Ministério da Educação junto com a ampla divulgação midiática ,devem promover campanhas publicitárias,que incentive a tolerância as diferentes opiniões ,para promover a paz no esporte.