Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    O esporte sempre foi uma atividade presente na vida do homem, que usufrui do mesmo como fonte de renda ou como diversão apenas. Porém a violência ligada a tal se configura um problema social contemporâneo e pode trazer riscos à comunidade. Esse infortúnio advém do fanatismo por determinadas equipes ou grupos e persiste na realidade brasileira, devendo ser eliminado.
      O futebol é a atividade com o maior índice de violência. Tal fato é ocasionado devido, em grande parte, à torcidas organizadas, associações de torcedores que buscavam apoiar seus times, que incitam a violência, podendo surgir rivalidades mesmo dentro de um único clube. Essas torcidas chegaram a ser banidas devido à ocorrência de mortes causadas por membros em jogos de futebol.
      Ademais, o "bullying" e o racismo, presente na sociedade há séculos, se fazem notar em eventos esportivos. Um exemplo é a banana jogada por um torcedor, na Espanha, para o jogador Daniel Aves, referindo-se ao futebolista como "macaco", assim como a torcedora do Grêmio gritando para o jogador "Aranha", chamando o mesmo de "macaco". De acordo com Maquiavel: "os preconceitos têm raízes mais profundas que os princípios".
      Em suma, é indubitável que os fatos supracitados causam uma lacuna na sociedade brasileira. A mídia tem o importante papel de veicular campanhas para influenciar a ida de famílias aos eventos esportivos, diminuindo assim a disponibilidade de lugares ocupados por pessoas violentas.
    A segurança, concebida pelo governo, deve agir no que tange ao impedimento da violência, punindo quem incitar ou usar alguma agressividade.