Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    No Brasil o esporte tem grande destaque nacional, sendo considerado como "o país do futebol", pois já recebeu grandes craques que representaram a nação, mas infelizmente esta distração cultural acaba se tornando um caos onde ocorrem diversas agressões e algumas mortes. A violência parte diretamente da sociedade ocorrendo em todos os lugares, seja física ou verbal, podendo citar como exemplo o bullying como um fato que acontece em grande escala nas redes sociais onde expressam opiniões de baixo calão relacionadas a diferentes times e pessoas.
      O esporte deveria sublimar as violências, pois foi criado com o intuito de gerar saúde e satisfazer os espectadores, porém as agressões está presente no cotidiano. Não é possível confirmar diretamente as possíveis causas mas podemos perceber o aferimento do ego, da ignorância, da pessoalidade e a homofobia, portanto o que acreditam se é na impunidade como um fator das causas, o efeito desses acontecimentos gera um grande impacto negativo sobre crianças e adolescentes podendo causar generalizações, segundo o IBGE podemos citar como consequências o aumento de mortos e feridos em cada jogo.
      A violência entre torcidas rivais são vistos desde a infância, sendo ensinados a alimentar prejulgamentos, tendo isto como causa a propagação desses atos. De acordo com Immanuel Kant, o principio da ética consiste em agir de forma que essa ação se torne universal. Através disso pode se pegar o exemplo do caso do apedrejamento contra o torcedor Peñerol em 2019 por torcedores do Flamengo em Ipanema. 
      Portanto, podemos concluir que o Brasil é o país cujo mas acontece estes casos principalmente no futebol. Devendo a Constituição Federal presente no artigo 229 utilizar a educação como uma ferramenta para minimizar este fato. Devendo também os órgãos responsáveis da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) impor regras rígidas em relação a torcida através de multas com o objetivo de evitar conflitos entre  rivais e seguidores dentro e fora dos estádios.