Envie sua redação para correção
    A finalidade do esporte é o desenvolvimento integral do homem como ser autônomo, democrático e participante. Porém, em alguns países, e especialmente no Brasil, confundem rivalidade com violência e o que nasceu para ser algo que une e sinônimo de diversão acabou afastando as pessoas dos estádios de futebol em consequência da violência entre as torcidas. 
                As causas são diversas: a rivalidade entre torcedores que deveria ser algo saudável e levado na brincadeira se tornou um dos principais motivos da violência nos estádios, utilizam-se objetos obtidos dentro do estádio como copos plásticos e alguns "líquidos" para arremessar na torcida rival, nessas brigas se encontram principalmente os componentes de torcidas "organizadas", que de organizadas não tem nada. Dentre a raiva gerada pela situação em que o time se encontra e também por motivos fúteis, um simples esbarrão ou pisada no pé, já gera uma enorme confusão. A medida de segurança que está sendo tomada em alguns clássicos(jogos entre times grandes e de maior rivalidade) são o reforço do policiamento, mando único de jogos, ou seja, só a presença da torcida do time mandante ou apenas 10% da torcida rival. O que é uma medida viável para a segurança, mas que estraga a beleza e o sentido do clássico.
                    Nos últimos anos, diversas mortes por brigas de torcidas foram relatadas no Brasil. Segundo o sociólogo Maurício Murad, essas e outras mortes são consequência da infiltração de facções do crime organizado nas principais torcidas uniformizadas do Brasil e da falta de atitudes concretas do poder público para conter o problema. Segundo o mesmo, existe uma cultura de violência, ela é generalizada, mas no caso brasileiro, ela é mais aguda. O Brasil é o campeão do número de mortes de torcedores por conflitos em torcidas organizadas. Nos dois últimos anos, 3% dos delitos no âmbito do futebol: racismo, xenofobia, machismo, agressão, mutilação e morte, foram punidos. 
                   Sendo assim, é preciso que os times, em conjunto com a policia tome medidas cabíveis. é preciso que haja um melhor preparo dos policias para enfrentar situações de risco, proibição de bebidas alcoólicas, organização dos estádios, prisão dos torcedores vândalos e controle organizado por parte das federações, com a ajuda de tecnologia nos estádios, usando drones e câmeras. Punir os clubes é uma forma de acabar com o comportamento passivo das instituições quanto a seus torcedores.