Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    "Hooligans" é um filme inglês que retrata a tradição de violência entre as torcidas de dois times  de futebol rivais na cidade de Londres. Não distante da ficção, nos dias atuais e mesmo no Brasil, muitos episódios de violência relacionada ao esporte, dentro e fora dos estádios, são frequentemente noticiados pela mídia. Nesse sentido, torna-se necessário o debate acerca das causas e consequências da violência no esporte brasileiro.
       Primeiramente, é importante ressaltar que a raiz desse problema, além de outros enfrentados pela sociedade brasileira, está no próprio brasileiro, que é, geralmente, intolerante a crenças e opiniões que diferem das suas. Prova disso é o aumento expressivo de crimes com motivações xenófobas, misóginas, racistas e homofóbicas. Dados obtidos pela Folha de São Paulo por meio da Lei de Acesso à Informação, em 2018 mostraram um aumento de 6% a 27% nos crimes de Lesão Corporal, Difamação, Calúnia e Injúria , somente no estado de São Paulo. Esta mentalidade infelizmente contribui para a ocorrência de casos de violência em várias esferas, inclusive o esporte e em especial o futebol,  ocorrências essas que comumente findam em agressões e até mesmo assassinatos.
      Outrossim, a impunidade desses crimes é mais um fator que contribuiu para que eles se perpetuem, visto que, segundo levantamento realizado Secretaria Nacional do Futebol e da Defesa do Torcedor, apenas 3% dos autores de homicídios ligados ao futebol são presos. Isso por conta da dificuldade de reunir informações sobre os envolvidos, que muitas vezes não desejam interferência da polícia no caso, de modo a estarem aptos a resolverem a questão entre eles. Além disso, as punições aos clubes de futebol, por exemplo, são geralmente aplicadas em forma de multas e suspensão da participação em pequeno número de jogos, o que para instituições de grande poderio financeiro e influência social e política não são muito preocupantes.
      Sendo assim, com o intuito de amenizar essa problemática, o Ministério do Esporte deve requerer do Congresso Nacional a formulação de leis que torne mais rígida a segurança ao redor e dentro dos estádios, além de incentivar as investigações sobre ocorrências de violência desse tipo e a dura punição aos infratores. Ademais, o Ministério da Educação deve inserir projetos de orientação e conscientização sobre a intolerância nas escolas brasileiras, encabeçados por sociólogos e pedagogos, para que as crianças e adolescentes de hoje entendam e se previnam dos malefícios que a intolerância traz à sociedade. Feito isso, a violência no esporte brasileiro deve vir a cair, e as situações retratadas no filme não devem se converter em realidade.