Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    "A violência, seja qual for a maneira como ela se manisfesta, é sempre uma derrota", com essas palavras o filósofo francês Jean-Paul Sartre provoca uma reflexão acerca de todas as formas de agressão que se fazem presentes no mundo inteiro, inclusive no Brasil, especialmente no esporte. Nesse enfoque, é necessário saber que o esporte encontra-se cada vez menos voltado para o "espírito desportivo" devido a violência existente em todas as modalidades e cometida por atletas, torcedores e até mesmo por policiais ou autoridades dentro da sociedade brasileira.
        Antes de tudo, é imprescindível avaliar que o principal objetivo dos jogos desportivos é sempre promover a interação social, o companheirismo, e o respeito de todos os envolvidos, tanto os esportistas como a torcida. No entanto, é cada vez mais comum testemunhar cenas de vandalismo, agressão, arrastão e até mesmo furto dentro e fora de estádios, ginásios, ou arenas. Logo, não se pode negar a brutalidade recorrente dentro do esporte, que se propaga de forma tão cotidiana no Brasil.
          Também é válido ressaltar que, em território brasileiro a principal modalidade praticada é o futebol, e é nele que está concentrada a maior parte dos casos de violência no esporte causadas tanto pelos jogadores, pelas torcidas organizadas como pela polícia ou autoridades na tentativa de apaziguar a tensão entre os lados. Segundo levantamento realizado pelo portal R7, entre os anos de 1988 à 2014 ao menos 101 pessoas foram mortas vítimas de envolvimento em brigas de torcidas. Portanto, é inadmissível permitir que o futebol, que é paixão nacional, continue sendo palco de homicídios em pleno século XXI.
          Diante dessa problemática, a organização dos eventos esportivos juntamente com a polícia local, devem formar rotas estratégicas para os policiais afim de garantir a segurança de todos os presentes. Outra forma, seria desenvolver nas escolas aulas temáticas de educação física sobre a importância do respeito no esporte. Dessa forma, esse fato histórico será apenas um símbolo de uma época que já passou.