Envie sua redação para correção
    Discute-se muito, no Brasil, a respeito das problemáticas da violência no esporte, como no futebol. Com base nessa ideia, é possível observar que os torcedores se envolvem em brigas próximas ao estádio do jogo. Do mesmo modo, percebe-se que poucas famílias assistem presencialmente às partidas. Diante desse quadro, deve-se buscar o cadastramento das pessoas que frequentam os locais de disputa entre as equipes, além de proibir a entrada de torcidas organizadas.
              Em primeira análise, os torcedores de times rivais de futebol brigam nas imediações dos estádios, em que ocorrerá o jogo. Esse problema ocorre porque existem torcidas organizadas, no qual, através da internet, combinam lugares para se enfrentar de forma violenta. Por conseguinte, no ano de 2017, até julho, houveram 11 mortes por causa desse esporte, segundo dados publicados pelo jornal UOL. 
                Entretanto, analisa-se a falta de famílias presenciarem a ocorrência de partidas. Esse fato é decorrente da violência proporcionada pelos torcedores desse esporte, que, segundo dados publicados pelo jornal R7, ao menos 101 pessoas morreram nos últimos 26 anos. Consequentemente, esses parentes desistem de ir aos estádios por medo de sofrerem agressões físicas e verbais.
                Portanto, é imprescindível que haja o cadastro de indivíduos que ingressarem nos estádios, além de proibir a entrada de torcidas organizadas. A fim de atenuar o problema, a Polícia Civil deve investigar os líderes responsáveis por essas brigas entre torcedores e prendê-los, por meio do uso da internet, para que a sociedade se sinta segura e possa ir, tranquilamente, prestigiar o esporte, principalmente o futebol.