Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    Muitos são os benefícios proveniente da prática esportiva, e de se apreciar competições nas diversas modalidades existentes, em especial o futebol, que é considerado paixão nacional. No entanto a falta de segurança nos estádios e o comportamento violento de alguns torcedores tem impossibilitado que uma grande parcela da população desfrute desse hábito. Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os fatores que favorecem esse quadro.
     A atuação de torcidas organizadas em muitos casos de violência, dentro e fora dos estádios, demonstra que muitas dessas estão sendo gerenciadas por pessoas criminosas, que ao invés de promoverem a integração e a paz no esporte, têm transformado os estádios em cenário de guerra, o que é inaceitável. De acordo com o sociólogo Maurício Murad, pesquisas revelam que em 2017 foram registrados 104 episódios violentos relacionados ao futebol brasileiro, que resultaram em 11 mortes de torcedores.
     Faz-se necessário, ainda, salientar como impulsionador do problema, a existência de aspectos culturais familiar, onde o indivíduo é incentivado desde criança a amar o time da família e por conseguinte odiar o adversário, levando ao fanatismo. Sabe-se, que o futebol mexe com as emoções, de acordo com a música popularmente conhecida e cantada pelo Skank, " Que emocionante é uma partida de futebol", porém acima do amor pelo time deve-se haver respeito a vida. 
     Portanto, indubitavelmente, medidas são necessárias para resolver esse problema. O governo deve incentivar a criação de leis mais severas, levando os envolvidos a serem julgados e punidos,tendo a necessidade da criação de polícias especializadas em mapear, fiscalizar e identificar atuações dessas torcidas. Campanhas de conscientização devem ser promovidas pela mídia e pelos clubes. A partir dessas ações, espera-se promover uma melhora em condições de segurança e bem estar social, nas relações entre torcedores.