Envie sua redação para correção
    É indiscutível que os esportes ganharam enorme notoriedade ao longo das décadas e tornaram-se, na contemporaneidade, um dos principais modos de lazer da sociedade, principalmente no Brasil. Entretanto, assim como a importância destes jogos, a violência presente neles também cresceu de forma exorbitante. Esta mazela é proveniente da negligência escolar e da influência do modo de vida brasileiro. 
       Em um primeiro plano, é possível perceber que a negligência escolar acentua a violência nos esportes brasileiros. O Artigo 2 da Lei de Diretrizes e Bases diz que a função da educação é o pleno desenvolvimento do educando, sua preparação para o exercício da cidadania e a qualificação para o mercado de trabalho. Todavia, os colégios priorizam a passagem de conteúdo e não a formação do cidadão, o que cria um ambiente competitivo e gera, consequentemente, indivíduos que se tornam agressivos  ao não alcançar a vitória. Dessa forma, a desobediência à lei pelas escolas estimula a selvageria em jogos esportivos.
       Outrossim, vale destacar que o modo de vida brasileiro estimula a violência nos esportes . O filósofo Jacques Rousseau afirma que "a natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável". A partir da tese do profissional, percebe-se que as características do meio no qual um indivíduo é criado possuem grande influência no desenvolvimento deste. Por conseguinte, o cidadão do Brasil possui grandes tendências de tornar-se agressivo, visto que esta mazela está incrustada no ambiente nacional. Sendo assim, a selvageria presente no país intensifica sua propagação em estádios esportivos.
       Torna-se evidente, portanto, a necessidade de se combater a violência no esporte brasileiro. Para isso, cabe ao Ministério da Educação promover medidas pedagógicas, por meio de mudanças na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que valorizem a serenidade e a formação do cidadão, com o objetivo de mitigar a agressividade na sociedade. Dessa forma, a nação brasileira será símbolo de sabedoria e placidez, a fim de vivenciar de forma pacificada os jogos esportivos.