Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    De que o esporte sempre foi sinônimo de coisas boas, como a interação social, bem estar, saúde, não há dúvidas. Infelizmente o que vem acontecendo nos últimos tempos, são pessoas que vão a jogos, campeonatos, para causar tumultos, discórdia, violência gratuita.  Marginais que se escondem atrás de um uniforme de um time, para cometer seus atos criminosos.
     No Brasil eles são conhecidos como "torcidas organizadas", grupos que na sua maioria, promovem agressões, brutalidades, selvageria, para quem eles considerem rivais.  Esse comportamento não é  só observado aqui, mas também na Inglaterra onde existiram os famosos "hooligans" associação feita por torcedores europeus que buscavam confrontos, lutas com seus adversários, muitas vezes resultando em mortes.  Não se pode afirmar que eles tenham sido usados como inspirações para alguns aficionados brasileiros.
     As ações que são feitas por essas pessoas, muitas vezes podem ser consideradas como um troféu  dentro do meio que elas estão inseridas, a atitude de exercer o poder, a força sobre alguém, que é visto como inimigo.  Para se sentirem incluídos, obterem o sentimento de pertencimento, indivíduos buscando encontrar seu lugar, podem descobrir esses grupos e acabarem de fato se juntando a eles.
      O maior dano que isso causa, não é somente nas vítimas que sofrem as hostilidades praticadas por esses coletivos desumanos.  O que deve ser considerado é a cultura de violência e intolerância que isso gera, nas gerações futuras, que vão repetir esses ciclos viciosos da crueldade.
     Normalmente a pena para as torcidas organizadas que cometem crimes, é de  três anos afastados dos jogos, punições mais severas colocariam um certo temor em que pensa em ir estádios para fazer confusões, porém a conscientização de que o esporte é algo feito para que a população se divirta, tenha uma saúde melhor, e não um palco para promover agressões, é sempre eficaz.