Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    Nos anos 1980 a capital da Bélgica sofria com situações de selvagerias causadas por torcedores de times rivais, mas que com organização nos procedimentos de segurança e na estrutura de estágios foi controlada. No entanto, o Brasil passa pela mesma insegurança no esporte, mas infelizmente ainda não foi remediada, sendo reflexo da situação da sociedade do país juntamente com a impunidade que se estende. 
     Primeiramente, a violência no esporte tem se tornado reflexo da crise que o país tem enfrentado como afirma o sociólogo Mauricio Murad. Dessa forma, o estado do rio de janeiro se destaca, no qual passa por uma crise em vários setores sociais, e em 2017 teve várias situações de brutalidade deixando pessoas mortas, assim expondo claramente que o contexto social causa impacto em vários setores do grupo. 
      Além disso, a falta de condenação individual para os envolvidos, são uma das consequências dessa situação de selvageria se repetir, sendo hoje a punição dirigida aos clubes que tem seus torcedores envolvidos, de tal forma que, perdem pontos em campeonatos e jogam sem torcidas. Como o caso do time Atlético Paranaense, que segundo o portal G1 ficou cinco jogos sem torcida, e mais quatro longe de seu local de origem. No entanto, a reprise desses acontecimentos ainda é comum, pois a dificuldade em reconhecer esses agressores e coloca-los na cadeia ainda é grande, o que se deve por uma falta de organização e estratégias de segurança. 
      Dado o exposto, que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) juntamente com o ministério público ligado aos clubes esportivos, possa está organizando reuniões, discutindo e propondo medidas de seguranças como monitoramento de alta qualidade em todos os estádios, treinamento especifico para os seguranças do local e policiais, priorizando assim as segurança de todos os envolvidos. E que, o Ministério da segurança juntamente com toda essa ação faça planos e projetos eficazes para a segurança das cidades brasileiras, e assim diminuindo a violência tanto no esporte mas em toda a sociedade, e assim olhar para a Bélgica como um bom exemplo.