Envie sua redação para correção
    A violência no cenário esportivo brasileiro é, no mínimo, preocupante e deve ser analisada a respeito de suas causas para se entender suas consequências. 
    No Brasil, há uma "cultura da violência" em todos os âmbitos sociais, ou seja, as pessoas tendem a resolver os problemas de forma violenta. Esse jeito agressivo é ensinado e aprendido desde a infância, por exemplo, uma criança agressiva que perde o jogo e descontente, empurra o amigo e pega sua bola de volta, pode se tornar um torcedor que, em um momento de loucura e raiva, mata alguém em nome de um clubismo fanático. 
    Esse clubismo exacerbado é a maior motivação para atrocidades no meio esportivo. Em 2018, houve um caso em que expulsaram uma mulher do metro de São Paulo a chutes porque ela estava com uma camiseta de um time rival, e cenas como essa são mais comuns do que deveriam nesse país. 
    O esporte deveria unir as pessoas, servindo de diversão, cultura e esforço, mas a partir do momento em que se fere o próximo por não se aceitar uma derrota, tem algo muito errado.