Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    O Brasil é conhecido pelo exterior por sua riqueza, diversidade, mas principalmente por ser o país do Futebol. Contudo, quando se observa os efeitos da violência no esporte brasileiro, vê-se que é nos campos de futebol em que a selvageria toma conta. Dessa forma, é necessário analisar o fenômeno para solucioná-lo.
         Em primeiro lugar, é incontrovertível que as agressividades nos estádios é um reflexo da sociedade. Só para ilustrar, Thomas Hobbes, filósofo contratualista, já escreveu que o homem tem por natureza ser carrasco dele próprio. Diante disso, com a euforia ou a tristeza os torcedores podem retomar o seu estado de natureza e agir como selvagens. Como consequência, pessoas inocentes podem vir a óbito.
        Em segundo lugar, a falta de policiamento efetivo piora a problemática abordada. Um exemplo disso, segundo informações da página EL PAÍS, em 2018,  o policiamento nos campos de futebol foi ineficiente contra o tumulto dos torcedores. Diante dos fatos apresentados, com a baixa eficiência  da polícia por conta de seu número reduzido fica mais difícil conter centenas de vândalos. Por conseguinte, os baderneiros fazem destruição da sociedade.
          Portanto, medidas devem ser necessárias para garantir a organização nos campos de futebol. Logo,a Polícia Federal juntamente com a Polícia Civil deve aumentar o número da corporação nos estádios de futebol, por meio do incentivo do Ministério da Defesa (MD), com o objetivo de manter ordem nos campos e nos estádios e evitar que pessoas inocentes morram durante ou depois dos jogos. Com essa medida aplicada é esperado uma diminuição das brigas nos jogos  de futebol e , talvez, fazer o Brasil ser reconhecido como o país sem nenhuma violência nos esportes.