Causas e consequências da violência no esporte brasileiro

Envie sua redação para correção
    O papel transfigurado dos esportes
       O esporte sempre foi visto como um meio de diversão e entretenimento para as pessoas desde os seus primórdios, como por exemplo, nos jogos que eram realizados em Atenas pelos povos gregos. Contudo, com passar do tempo, ele foi perdendo o seu valor real, e os torcedores não têm ido a estes eventos no intuito de torcer, mas para competir de uma forma tão absurda, que se deixam levar pela violência. 
      Hoje em dia, a fácil acessibilidade ao campo de futebol, torcidas organizadas, falta de segurança, o aumento do próprio bullying e a internet contribuem para que isso aconteça. Temos visto vários casos que se espalharam nas redes sociais, inclusive nos noticiários, como o do  jogador Daniel Alves que faz parte da seleção brasileira. 
      Segundo pesquisas, o Brasil é um dos países que mais se destaca no número de mortes ocasionadas pelo violência no futebol. Dados revelam que 101 pessoas morreram nos últimos 26 anos, e 65 destas vítimas de tiro por arma de fogo.
       Portanto, é necessário tomar medidas que possam ser aplicadas para resolver esse empasse. O governo deve disponibilizar mais policiais militares e com isso, realizar rondas não somente dentro de campo, como também fora. O ministério vinculado aos esportes deve promover campanhas, em que os torcedores e a população comemore o momento com respeito ao próximo e, acima de tudo, influenciar a paz. Como já diria o líder indiano Mahatma Gandhi,"temos que nos tornar a mudança que queremos ver".