Enviada em: 07/05/2017

É quase impossível imagina todo o terror e dificuldades que um ser humano está sujeito em tempos de guerra. O sentimento de altruísmo é ainda mais forte quando nós recordamos da grande guerra do século passado. É de fato assustador saber que isso pode acontecer de novo.      Desde o fim da segunda guerra mundial e durante todo o período da ''guerra fria'', o mundo todo tinha medo de que os conflitos entre nações eclodissem novamente, e o fato de muitos países como por exemplo Estados Unidos e Rússia terem iniciados uma corrida armamentista, isto deixou a população mundial mais apavorada do que nunca quanto ao medo de um conflito eminente irrompa e acabe com a paz mais uma vez.        Entretanto, o mundo nunca vira tantos avanços tecnológicos, tais como o aperfeiçoamento da adrenalina e uso da penicilina no campo da medicina, e até exploração de astros, como por exemplo a lua terrestre no campo aeroespacial. Infelizmente estas conquistas não tem apenas interesses humanitários, mas também nacionais que buscam por meio dessas explorações expandir o seu potencial de guerrilha em caso de novos conflitos.         Por meio disso, o medo atômico deve ser extinto. Para isso no entanto é preciso que seja criado um novo tratado internacional, onde a fabricação e uso de armas atômicas sejam estritamente proibidas. Essa nova ordem deve ser policiada com passe livre entre as nações envolvidas no tratado e em caso de descumprimento da lei, este deve sofrer embargos de todos os tipos e de todos o países aliados. É também preciso que a energia nuclear seja substituída por meios limpos de captação de energia, tais como tecnologia eólica e solar, dessa maneira, não só o ser humano poderá dormir em paz mas também o planeta sofrerá menos, pois como disse Einstein ''Eu não sei como será a terceira guerra mundial, mas sei que a quarta será com paus e pedras'', ou seja, a agressão entre os homens também acarretará impactos em nosso planeta....