Enviada em: 12/08/2017

Neste último século, o nosso planeta passou a lidar com um problema de grande gravidade: o lançamento de bombas atômicas. O medo de terem seus países atingidos por este tipo de artefato faz com que as pessoas prestem cada vez mais atenção neste problema que deve ser combatido de maneira firme por todos os países que compõem a Organização das Nações Unidas e especialmente, pelo Conselho de Segurança desta instituição.         Antes de pensarem em construção de abrigos anti-bombas, os países devem usar suas inteligências para descobrir se alguma nação está descumprindo a resolução da ONU que limita o desenvolvimento de projetos nucleares. Caso isto esteja ocorrendo, devem ser impostas pesadíssimas sanções econômicas e políticas para os povos infratores.         Porém, é de conhecimento público que existe a possibilidade de algum país vir a usar este tipo de arma em alguma batalha mesmo após sofrer sanções. Portanto, os países devem preparar-se para o pior: orientando seu povo e criando mecanismo de fuga e defesa para amenizar os efeitos deste tipo de ofensiva extremamente destrutiva.          Se prevenirmos nossos países para a queda destas bombas e punirmos todos os que ousarem construí-las, conseguiremos minimizar ou até mesmo impedir os grandíssimos estragos que podem ser causados pelo lançamento destes objetos que já mataram tantas vidas inocentes no período da Segunda Guerra Mundial....