Envie sua redação para correção
    Devido ao acontecimento da queimada e desabamento do prédio em São Paulo ocorrido nos últimos meses, levou-se em pauta a discussão sobre o déficit habitacional no Brasil. A população de grande maioria pobre no país vive de aluguéis, pois se ganha pouco. E quando não tem serviço para sustentar a família, recorrem a moradias improvisadas como barracos feitos de lona, espaços debaixo da ponte, becos, praças, etc. Tudo isso é derivado da falta de apoio do governo e do desemprego.
           O programa minha casa, minha vida implantado no governo Lula têm a intensão de facilitar o direito à moradias as famílias mais pobres. Porém ela financia o imóvel com juros. Com isso, a classe pobre ainda sim não pode pagar. Outro exemplo, sãos os bancos, com altas taxas. Assim, endividam os compradores e isso impede com que consigam comprar uma casa. 
           Já o desemprego, decorrente da falta de instituições educacionais e de curso técnicos, impede com que a classe mais carente consiga um trabalho, pois ela necessita de uma boa formação. Com isso precisam recorrer a ‘’bicos’’, que são insuficientes para comprar uma moradia. 
           Dessa forma, afim de melhorar o fato habitacional é necessário que o governo ofereça serviços simples como limpeza de ruas, ajuda e construções e reciclagem de lixo em troca do aluguel grátis de moradias por tempo determinado ou oferecimento em quantias de dinheiro para ajudar a financiar uma casa de qualidade.