Envie sua redação para correção
    Na obra "A República", marco na produção filosófica e política de Platão. São expostos uma metodologia de governo e modo de vida que, segundo o filósofo, seriam o ideal para a Grécia. No entanto, quando se observa a questão habitacional, percebe-se que esse ideal Platonista é verificado na teoria e não desejavelmente na prática. Diante da gravidade dessa questão, urge a mobilização conjunta da sociedade e do Estado para seu efetivo combate.
      A Constituição cidadã de 1988 garante o direito a moradia, todavia o Poder Executivo não efetiva esse direito. Consoante Aristóteles no livro "Ética a Nicômaco", a política serve para garantir a felicidade dos cidadãos, logo se verifica que esse conceito encontra-se deturpado no Brasil à medida que o número de casa suficiente, como também a maneira para adquiri-las não está presente em todo o território nacional, fazendo os direitos permanecerem no papel 
      Contudo, embora o problema seja conhecido de longas datas o déficit habitacional é um problema que perdura na sociedade ate os dias de hoje. Um dos motivos que impede a solução do problema é a máquina burocrática do sistema financeiro habitacional, além das taxas de juros elevadas. Outro fator que contribui para a não solução da questão, e o processo de favelização que tem aumentado cada vez mais. E que é Formada por pessoas que não dispõem de condições sociais e que erguem suas casas em áreas de risco ou não recomendadas sem dispor de serviços públicos básicos. 
      Portanto, No Artigo 6 da Constituição Federal de 1988. Diz que todo brasileiro tem direito a moradia. Sendo assim é dever do governo destina uma parcela maior dos impostos arrecadados pela receita federal á melhorias no sistema de créditos habitacionais e na diminuição das taxas de juros. Somado a isso, o Ministerio da Cidades deve inicia um processo de urbanização nas favelas. Ou seja, deve oferecer serviços públicos mais básicos, como por exemplo, água tratada e eletricidade.