Déficit habitacional no Brasil

Envie sua redação para correção
    Na novela "Avenida Brasil", Nina, personagem principal, é criada em um espaço de moradia precário. Fora da ficção, o deficit habitacional é um problema que precisa ser superado na sociedade contemporânea brasileira. Nesse sentido, o descaso estatal e a crise no país se fazem relevantes. 
      Em primeira análise, é importante observar que o descaso estatal se apresenta como um dos desafios a problemática. Segundo a Constituição Federal de 1988, é dever do estado prover projetos para a melhoria das condições habitacionais. No entanto, quando se observa na prática, percebe-se que tais projetos não possuem eficácia completa, uma vez que, segundo a fundação Getúlio Vargas, o deficit habitacional aumentou 7% nos últimos 10 anos. Desse modo, é certo que mesmo que existam projetos governamentais para melhorar o problema, como o Minha Casa Minha Vida, eles não funcionam como deveriam. 
       Além disso, é valido ressaltar que a crise no país é um dos fatores agravante à situação. Segundo a Abrainc (associação brasileira de incorporadora imobiliária), o deficit habitacional cresceu em torno de 220 mil imóveis em dois anos. Nesse contexto, a crise somada às altas taxas de desemprego estão diretamente ligadas à esse dado. Isso se comprova uma vez que, com esses fatores, a renda média por família diminui, uma vez que falta emprego no mercado, o que leva a menos capital para financiamento ou reformas dos imóveis. Dessa maneira, é necessários meios para combater o deficit habitacional. 
      Portanto, medidas são necessárias para resolver esse impasse. Diante disso, cabe ao estado, por meio de financiamentos de imóveis para pessoas de baixa renda e restruturação de programas já existentes, promover e ampliar o acesso à moradia, com intuito de diminuir o deficit habitacional no Brasil. Para que cada vez mais pessoas possam ter acesso à residência. Somente assim, realidades como a da nina fique apenas em ficções.