Envie sua redação para correção
    Em função da falta de políticas públicas voltadas a organização do espaço urbano brasileiro, qual sucedeu tanto a abolição da escravatura quanto o intenso êxodo rural do século XX, hoje, no país, há um déficit habitacional. Dessa forma, como esse problema foi criado por governos anteriores e pelo fato da habitação englobar a saúde, a segurança publica e entre outros, faz-se necessário buscar meios para sanar isso.
         Doenças causadas pela carência de saneamento básico são comuns em áreas que o Estado não atua. Como o filosofo Arne Naes explicou ao redigir sua teoria sobre a ecologia profunda, é necessário analisar as condições ambientais a fim de evitar infortúnios para o ser humano. Portanto, com o propósito de evitar as doenças causadas por essa carência, por exemplo, a elefantíase e a cólera. É necessário de acordo com o filósofo grego Aristóteles é preciso tratar os desiguais -- desprovidos de capital-- com desigualdade para atingir a igualdade, ou seja, investimentos estatais.
         Além da depreciação da saúde, o déficit habitacional provoca outros problemas. Desse modo, os sociólogos americanos Clifford Shaw e Henry D. Mckay na teoria de desorganização social os ilustraram. Provando que a criminalidade de uma região está estritamente relacionada com o planejamento urbano da mesma explicitaram novamente a necessidade de resolver o problema tratado.      Nesse contexto, é preciso que medidavs sejam tomadas a fim de sanar esse déficit relacionado à moradia no Brasil. Primeiramente, o Estado deve fazer a distribuição de terras devolutas por um período de tempo aqueles que não têm condições de moradia digna. E depois, estimular esses cidadãos a trabalhar em obras públicas para que quando o período de tempo acabar tenham capital suficiente para comprar suas próprias casas. Dessa forma, parte do problema se resolveria. Além disso, é preciso também que projetos universitários de urbanização que visarem o planejamento das cidades e seus arredores sejam apoiados, por exemplo, a isenção de impostos para construtoras que se comprometerem a substituir essas áreas problemáticas por condomínios populares de moradia.