Enviada em: 14/08/2019

Direito indisponível     Segundo a Constituição Federal,a educação é um direito de todos,sendo de dever Estatal e promovida e incentivada com a colaboração da sociedade.No entanto,verifica-se que,embora sob respaldo da lei,a educação brasileira,sobretudo à de nível superior,apresenta divergências quanto a legislação haja vista a magnitude da evasão universitária,imprimindo na reverberação de inúmeras perdas ao setor econômico e social.Logo,faz-se impreterível seu combate.        Primordialmente,é vital salientar acerca do panorama socioeconômico brasileiro.Sabe-se há no país,uma intensa desigualdade,principalmente no quesito distribuição de renda.Assim,famílias de baixo poder aquisitivo,por não receberem um bom ensino da rede pública não estão aptos para o nível exigido no ensino superior,bem como é comum que a entrada no mercado de trabalho seja precoce,assim,é inconciliável para muitos a permanência ao ensino superior,haja vista o custo e a necessidade de manter-se trabalhando.      Outrossim,é crucial pontuar a respeito da situação educacional do ensino superior.Conforme o sociólogo Pierre Bourdie,a educação constitui-se um forte mecanismo de manutenção e perpetuação das desigualdades sociais pelas classe dominante na medida que é excludente e elitista.Sob esse viés,compreende-se que grande parte das instituições de nível superior não são preparadas para a inclusão e acolhimento de indivíduos de baixo poder aquisitivo ou minorias como negros,indígenas,deficientes e idosos,haja vista o predomínio da preconceito e discriminação.       Além disso,é de suma importância ressaltar sobre os reflexos da questão.A priori,percebe-se que a evasão universitária provoca uma redução do nível instrucional,implicando em desemprego e,por conseguinte,desaceleração da economia e perda de qualidade de vida.Destarte,é fundamental mencionar que a evasão provoca,indubitavelmente,um grande contingente leigo e com baixa remuneração,suscetível à manipulação e à injustiças,acarretando em uma nação mais desigual. Diante do exposto,portanto,urge que a evasão escolar seja veementemente combatida.Para isso,é imprescindível que o poder público fornece auxílio financeiro aos estudantes por intermédio de bolsas em universidades privadas bem como dormitórios e vale refeição a fim de mitigar os encargos econômicos e propiciar a oportunidade de unicamente estudar durante a vida acadêmica.Ademias,é sine qua non que o Ministério da educação,aliado à ONGs elaborem projetos de inclusão por meio de horários flexíveis,extensão para conclusão de curso e punição rigorosa à atos discriminatórios com o intuito de reduzir discrepâncias na formação.Dessa forma,mitigar-se-á a evasão universitária....