Enviada em: 17/02/2019

Desde a revolução industrial, a humanidade vem avançando cada vez mais no aumento tecnológico e circulação de riquezas. Entretanto, tal desenvolvimento tornou-se um grande problema na atualidade, já que, a poluição da natureza é comum no século XXI. A falta de fiscalização por parte do governo e a negligência da Vale do Rio Doce fez com que o desastre de Mariana se repetisse matando mais vítimas em Brumadinho.    Em primeiro plano, é valido ressaltar que a mineração é indispensável à manutenção do nível de vida e avanço das sociedades gerando vagas de emprego e riquezas. Contudo, o descaso envolvendo a mesma empresa repete-se. Após quatro anos da tragédia ocorrida em Mariana, a Vale do Rio Doce fez novas vítimas em Brumadinho, mais de 166 trabalhadores foram atingidos e mortos pela lama.   Além disso, é importante destacar que o meio ambiente, fauna e flora sofreram grandes impactos, em ambas tragédias. A contaminação dos restos de minérios além de alteração na natureza, a saúde da população também é afetada, já que em Mariana diversas pessoas apresentaram problemas respiratórios . Em Brumadinho não seria diferente, visto que a negligência e a inoperação dos órgãos governamentais continuam.    Ademais, de 299 barragens no Brasil, 23 têm alto risco da estrutura se desabar. A falta de fiscalização é um problema presente no país. Para empresa os funcionários que perderam suas vidas trabalhando são substituídos, mas para a família não. A carta escrita por um índio em que diz " Quando o homem corta a última árvore , envenenar o último peixe e secar o último rio, então ele vai perceber que não se pode comer dinheiro", nunca fez tanto sentido no cenário brasileiro.    Urge, portanto, que medidas devem ser aplicadas na resolução do problema mencionado. É dever do poder judiciário fiscalizar o comprimento das leis que examinam barragens de minério, assim o risco será detectado antes do rompimento, podendo salvar a vida de trabalhadores e da população que vive por perto. Cabe a empresa Vale do Rio Doce além de responder pelos crimes cometidos, idem izar e auxiliar as famílias que tiveram perdas com a ajuda de psicólogos. Desta forma como disse o presidente da Vale a quatro anos atrás ' Mariana nunca mais', desastres ambientais envolvendo mineradoras não aconteceram novamente....